Mesa Redonda sobre Educação Inclusiva

Mesa Redonda (3)

          A Coordenação de Pós-graduação e a Coordenação do Curso de Licenciatura em Pedagogia da Faculdade de Santos Dumont/FESJ promoveram a  Aula Magna da Pós-Graduação em Educação Inclusiva com uma mesa-redonda que abordou o tema: “A Diversidade para além da Deficiência”.  O evento aconteceu na noite do dia 24/10, no auditório Prof. Mota, com a presença da diretora Pedagógica Drª Ana Cristina Costa Soares, da coordenadora do Curso de Pedagogia, Profª Irineide Santarém, do Coordenador da Pós-Graduação, Prof. Me.Dejair Barroso e de professores da Faculdade.

          Além das alunas da pós-graduação e das acadêmicas de Pedagogia, foram convidados a prestigiarem o momento os alunos e professores do curso de Magistério de 1º Grau da E.E. Presidente João Pinheiro.

          O principal objetivo do evento foi promover um debate e buscar a ampliação do olhar sobre as questões relacionadas a inclusão nos espaços de educação formal.

          Participaram da mesa redonda os professores: Me. Gabriel Martins, (FSD) – mediador, Ma. Mariana Rocha Fontes (CAEE/JF) e Ma. Ana Paula Xavier (CAEE/JF). Durante os trabalhos, os debatedores ressaltaram que a inclusão social deixa de ser uma preocupação a ser dividida entre governantes, especialistas e um grupo delimitado de cidadãos com alguma diferença e passa a ser uma questão fundamental da sociedade.

          Na conclusão dos debatedores,  dentro desse contexto  a escola sofre pressões para acompanhar os novos tempos e lidar melhor com a diversidade do público que deve atender. Um público de “aprendizes de cidadania” que, para exercê-la, querem mais que o mero direito de expressão. Mas também um público cheio de especificidades que, se não forem respeitadas, acolhidas e atendidas em suas diferenças jamais farão da escola um dos possíveis espaços em que o exercício de uma política inclusiva contribua com a construção de uma sociedade mais justa.

          Diante dessas reflexões críticas, os professores da noite interagiram e compartilharam com a plateia o espaço, propondo uma análise da formação de educadores, do conceito de deficiência mental e das práticas escolares a partir da evolução da concepção sob o novo paradigma no contexto da educação inclusiva.

Fotos: